Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

[People] A Triumph e o Photoshop

 Olá :)

 

 Eu ando de Metro e não tenho vergonha, é rápido e chega a quase todo o lado. Em resultado disso, sou sempre abençoada com imagens do meu tamanho aumentado ao raio que parta, de coisas boas e coisas assim-assim. Esta é das assim-assim.

 

 

 E assim-assim porquê?!

 Porque tenho dor de corno e queria ser assim quando fosse grande e não deu? Não.

 Porque acho as mulheres feias com cara de um qualquer alien repatriado? Não.

 Porque ai e tal parecem umas valentes vacas (eu li isso em algum lado)? Não.

 Porque a Lingerie é coisa do Demo? Não.

 

 Sou uma gaja honesta: às vezes dor de corno é coisa que me assiste e dor de corno quando em vez, até é bom para nos mantermos alerta e fazermos melhor por nós, seja de que tipo for, desde que não seja em demasia e faça com que haja gente que não se esforça nem que lhe atirem com caixas para cima dos pés. (quem nunca teve dor de corno uma vez na vida que atire a primeira pedra que eu tenho pontaria para retaliar!)

 Acho que são mulheres bonitas, cada uma ao seu jeito e maneira (assim como somos todas), sendo que isso é relativo e não universal. O que é bonito para mim é feio para a vizinha do lado. E então, vale a pena andar ao estalo?

 Recorrer ao insulto fácil é daquelas coisas que só faz mal à pele, é pior que solário. Não só nos faz mal como nos faz passar por algo que até nem somos. Muito.

 Lingerie é coisa dos céus! Eu adoro estar bem na minha pele, olhar-me ao espelho e gostar de me ver com um conjunto novo. Não compro para o meu namorado, compro para mim. Pois quando nos sentimos sexys, transbordamos isso para os demais. E mesmo quando não, opá que se lixe o mundo que eu preciso de estar em paz é comigo!

 

 

 Então qual é o teu problema com as imagens?!

 O mundo da publicidade é uma merda valente e absoluta (resposta fofinha). Algo que detém tamanho poder sobre a opinião terráquea sobre determinado produto e seus efeitos ou propriedades milagrosas, poderia ser um pouco mais para o conscencioso, não? Eu sei que o sexo vende, mais que não seja Kamasutra's mas é necessário repuxar as formas das mulheres de tal modo que seja uma mentira pura, uma mera prova de que se sabe mexer em photoshop como gente grande?!

 

 Eu já vi a Andreia Rodrigues perto e por muito que ela seja magra, que o é, aqueles efeitos que lhe deram às formas, é um desmérito para com a Andreia que habita em pantufas. Quanto à Luísa Beirão, epá sempre gostei que fosse uma mulher com curvas, acho que fica bem com elas, faz-lhes justiça. Nesta campanha acho-a magra demais para o habitual e faz-me confusão, faz mesmo. Mas também me faria confusão cortar o cabelo pelos ombros quando sempre o usei pelo meio das costas, não sei se me entendem.

 

 Aquilo que me deixa saturadamente agastada, é o epítome atríbuido a este género de corpo, como se fora este, nenhum outro mereça respeito ou devoção. O elitismo das marcas de tamanho xs. A desresponsabilização gigantesca e desavergonhada em qualquer facto nefasto provocado pelas fotos de mulheres magras artificialmente, em mentes fracas de opinião própria, vulneráveis. Já era altura de chamar estes senhores às barras dos tribunais e dizer-lhes que não são estas ideias que queremos que impinjam às nossas jovens, que cada corpo tem a sua beleza e "nicho de mercado" e que não é certo nem bonito que se façam campanhas baseadas em artimanhas virtuais e sombras, para vender cuecas e pára-quedas.

 

 

 Se há coisas mais importantes para resolver nesse mundo fora? Aos magotes! Mas não me aparecem na viagem de Metro...

 

 Beijooo :)

 

 

1 comentário

Comentar post