Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

Descontos que Valem a Pena no Corredor do Hiper :)

 Olá!

 

 Nesta coisa de se gostar, querer e ter artigos de cosmética, sejam eles maquilhagem ou produtos de pele, acabamos por não dar tanta importância ou destaque ao que se vende em super/hipermercados. Mesmo em relação ao que retemos daquilo que lemos e vemos que seja importado dos EUA, as bloggers lá também fazem muito a distinção e tagam como drugstore, numa clara alusão à proveniência dos itens expostos no artigo ou vídeo, como que uma separação óbvia entre classes.

 Acredito que há muita gente que não pode ou mesmo não quer pagar tanto por determinado artigo, e tanto lá como cá, as lojas onde encontramos tudo, são um bom recurso. Cá, seja num Continente ou num Pingo Doce, ou mesmo num Jumbo, é possível encontrar produtos de marcas que as Sephoras da vida não têm expostos. E até no Continente, encontramos Bourjois, enquanto que nas Well's é onde encontramos essence e Catrice. E o quê que queremos quando compramos numa destas superfícies? Principalmente bons preços e resultados médios.

 Há quem quase se recuse a comprar cosmética nestes locais, tanto porque os que testaram não foram do seu agrado, como porque pura e simplesmente não lhes dão oportunidade. É sempre engraçado para mim ver gente fugir de aí comprar como o diabo foge da cruz mas não temos nem devemos ser todos iguais. A imensidão de produtos, cores, feitios, texturas e tudo o mais, serve apenas para nos dar opção de escolha e se podemos e queremos comprar um batom bom e barato no corredor da maquilhagem por menos de 5€, porque somos mais facilmente invadidas pela vontade de comprar um de 10€ noutro tipo de loja?!

 

 A verdade é que somos todos susceptíveis em termos de publicidade. Umas acreditam no que lêem num post de uma blogger portuguesa em que o produto é cedido, outras só vão lá se for uma youtuber americana e aí, não precisa de ser cedido ou comprado, melhor ainda se for high end, a palavra é lei e o resto é conversa. E depois vemos os posts do bom e barato, os posts dos produtos mais caros comparados com mais acessíveis, numa clara diferenciação, numa quase ofensiva ostensão de que x produto não deveria ser bom, se o raios partam do bicho é barato, como pode ter qualidade?! Vá pronto, exagerei mas há vezes em que, na surpresa dos outros vejo arrogância contida. São impressões minhas.

 Apesar de tudo, a indústria de produtos comercializados em grandes superfícies tem tido o bom senso de criar novidades que respondem à necessidade de encontrar aquilo que queremos: produtos bons e relativamente baratos, que gladiam directamente com itens de gamas e marcas mais passíveis de causar calafrios na parte pink brain das gajas. Dentro dessa evolução, há todavia uma queixa: é aquela coisa do mercado que somos ou que acham que somos e que faz com que tudo cá chegue tarde e mirrado, vítima de uma triagem que em nada tem a ver com o mercado consumidor de cosmética em que nos tornámos, por entre o acesso à via internauta que tudo debita à velocidade da luz. E depois, munidas da vontade de ter os nossos produtos desejados, vemo-nos forçadas (com algum grado) a dar uso às compras online e seus encantos.

 

 Maquilhagem related, quero falar-vos mais concretamente da Rimmel London. A verdade é que a marca sempre se apresentou por cá de forma tímida, embaraçada. Quando começou a investir, inovar e a lançar produtos apetecíveis, eles tardaram em chegar e quando chegaram, a oferta foi (e é) parca em relação ao que sabemos existir. Foi por isso que comprei o meu primeiro batom (este) da colecção Kate Moss no site da feelunique. Para mais, como os portes eram gratuitos, o preço regular dele por lá, ficava abaixo do que se pratica por cá. Outra oportunidade veio com a redução que a Asos vai fazendo regularmente. Novamente, adquiri dois produtos (estes), que não encontrava por cá e outra vez, a um preço mais amigo. Recentemente ainda, todos os produtos da marca estiveram com 30% de desconto em Cartão Continente, o que deu algum desbaste nos expositores.

 Pessoalmente falando do que tenho, a juntar ao 19, ganhei um dos batons da linha já citada num dos tons que se encontram cá, o 01, que é um vermelho muito bonito. A verdade é que entranhei bastante bem a linha, acho os batons acessíveis e de boa qualidade. Gosto bastante do lápis de olhos e do Apocaplips e apenas não me ponho a comprar máscaras porque tenho mesmo muitas para usar. As sombras são o que menos me dá vontade de comprar, coisa extraordinária vinda de uma confessa amante de eyeshadows. 

 

 Esta conversa toda já mandou meio mundo mudar de página mas aconselho a passearem por aqui mais um pouquinho, bare with me. Porque então é Natal ou quase e já se encontram catálogos/folhetos alusivos. No plural porque nem de decoração e brinquedos se enche o bucho ao São Nicolau e coisinhas da área da cosmética, principalmente se a bom preço, precisam-se! Mostro-vos apenas aquilo que para mim é o destaque do folheto do Continente (folheto AQUI).

 

 Sim, todos os batons Rimmel London, os Kate e os outros e mesmo os Apocaplips, a metade do preço. Sem dinheiro a entrar para saldo de cartão nenhum, que é assim mesmo que a gente gosta. E os vernizes a leve2pague1, dos quais já ouvi falar tão bem. E ainda tudo quanto é para rosto com desconto em cartão, mais as máscaras mais faladas da marca com a mesma oferta. Isto para mim só quer dizer que vou gastar pouco e bem.

 

 E em termos de rosto o meu destaque é:

 

 Aqui eu relevo um pouco a promoção para cartão na maquilhagem da L'Oréal porque acho que já houveram promoções melhores que englobassem esses itens. O meu destaque vai para a promoção que não pede cartão, vai para os séruns L'Oréal a metade do preço. A imagem apresenta cremes de rosto mas esses não estão com super preço, não percebo porque se hão de quedar na fotografia mas tudo bem, até porque não está escrito que estão, quiseram só posar para a objectiva. Daquilo que percebi, apenas lá se vendem 4 séruns da marca, ESTES, e ao adicionarem-nos no carrinho, poderão ver o preço passar para metade. 

 

 Atenção, na loja onde eu fui, os séruns apresentam um preço mais baixo que o regular que não seria com 50% de desconto mas apenas 25%. Contudo, em caixa, o desconto correcto é efectuado. Nos batons da Rimmel, quase nenhum tinha informação de promoção mas de novo, onde conta, que é na caixa na hora de pagar, a magia chamada super preço acontece. Claro que falo com conhecimento de causa, que a pessoa não pode ver nada e nem se preocupa que o folheto vá até dia 31 de Dezembro. Sabe-se lá se aquilo se esgota!

 

 Novamente, quem não quer, não pode ou não precisa gastar muito dinheiro, aproveite dentro da oferta de que dispomos por cá. O resto, lá teremos de ir buscar à Asos ou à feelunique.

 

 Beijoo :)

3 comentários

Comentar post