Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

Bloggers Camp 2015

 Olá!

 

 Caso tenham andado muito out no que a blogs diz respeito, ou então se apenas se munem de um punhado de links batidos shame on you, é certo que não ouviram nem leram nada sobre o Bloggers Camp. Fear not, eu ponho-vos no caminho da rectidão.

bloggers-camp-organizadoras.jpg as organizadoras

 O Bloggers Camp 2015 (vamos ter mesmo de os numerar porque decerto haverão mais), surgiu no meio de uma conversa entre duas Catarinas (Daydreams e Joan of July) e uma Ana (infinito mais um): uma vaga recordação de um campo de férias, um ambiente descontraído, sem as mesmas caras e nomes de sempre, com o propósito de investirmos mais nesta coisa de blogar, com a ajuda de quem sabe sempre um pouco mais do que nós em algum assunto, podendo nós contribuir quando temos os nossos cinco tostões para partilhar.

 

 Esta ideia, que parece muito simples mas que, exactamente por isso, poderia passar totalmente despercebida, tornou-se real em apenas um mês e meio, superando as melhores expectativas das organizadoras face ao resultado final.

bloggers-camp-niceway-entrada.jpg

 Segundo as guidelines dos workshops e palestras agendados, e que foi o que me/nos fez apostar no desafio, poderia esperar-se algo mais profissional. Mas vem daí mesmo a ideia da descontracção de um campo de férias e acho que tenha sido instrutivo na mesma, é preciso perceber o que podemos absorver para o que conseguimos, queremos e já temos/fazemos. Aviso à navegação: montes de fotos!

bloggers-camp-jardim1.jpg quero um jardim assim

 

 Pessoalmente:

 Sabem aquela gaja que fica sempre um pouco mais para trás, fala pouco mas ouve tudo o que pode? Sou eu, sempre fui assim na parte social onde não estou no meu território por assim dizer. Além isso tinha saído do trabalho por volta da meia noite, não dormi nada e ia-se-me dando um piripaque quando vi o caminho da estação até ao hostel. Com subidas e descidas extremamente íngremes e o meu pé que continua sem estar a 100% a dar de si, ainda não sei como cheguei ao meu destino. A querida Alexandra ajudou-me com a bagagem e lá demos com o Nice Way Sintra Palace, qual oásis por entre a desolação do quero-me atirar para uma cama e morrer!

 Por entre a imensidão de pessoas desconhecidas, revi duas caras familiares, a sô dona Piki e a Daniela. É engraçado como só nos conhecemos uma única vez antes e quando nos encontrámos agora, foi-me tão familiar estar e conversar com elas. Se eu pensar mesmo bem, quando as conheci também não falei muito e agora senti uma ligação. Portanto é de mim, eu preciso de ir conhecendo as pessoas e vou-me abrindo. A minha ideia era mesmo essa, a de sair da zona de conforto. Além disso, é extremamente difícil uma pessoa sem blog perceber o que nos vai na cabeça, seja qual for o tema que exploramos, portanto quando se tem um hobby desta natureza, só outros bloggers conseguem ouvir-nos sem revirar os olhos, porque as nossas dúvidas também são ou foram as deles.

bloggers-camp-niceway.jpg

bloggers-camp-niceway-entrada1.jpg

bloggers-camp-jardim2.jpg

bloggers-camp-jardim3.jpg

bloggers-camp-jardim5.jpg

bloggers-camp-jardim8.jpg

bloggers-camp-niceway-sala1.jpg

bloggers-camp-niceway-sala2.jpg

bloggers-camp-niceway-sala3.jpg

bloggers-camp-niceway-sala4.jpg

bloggers-camp-niceway-wc.jpg

 O local:

 O Nice Way Sintra Palace tem um aspecto muito próprio e eu nunca tinha estado num hostel. Adorei a decoração e o jardim foi quase um encantamento, cheio de detalhes e recantos, vou sempre lembrar-me dele. Até a casa de banho foi uma novidade, com a decoração virada para a natureza. Além do mais, e mesmo tendo outros clientes, houve muito fair play por parte do staff, que nos deixou à vontade por demais nos seus espaços internos e externos. Thumbs up!

bloggers-camp-palestras.jpg

bloggers-camp-workshops.jpg

 Palestras/Workshops:

 Contámos com bloggers que partilharam as suas experiências nas diversas vertentes, moda, beleza, viagens, fotografia, contacto com marcas. Embora tudo tenha sido, como já referi, muito descontraido, sempre é possível assimilar algo, basta que se queira. Também tivemos workshops um pouco mais técnicos, cujas dicas poderão ser úteis se quisermos andar mais para a frente, mesmo que seja na forma do enriquecimento pessoal. Ainda tivemos abertura para divagar um pouco e eu acredito que um pouco de tudo, bem regrado, só faz bem.

bloggers-camp-átoa1.jpg

bloggers-camp-átoa2.jpg

bloggers-camp-hamburgueria-do-bairro.jpg

 Mais?:

 Tivemos a visita dos ÁTOA, que encheram o jardim de música. A banda que comemorou no dia 12 o seu primeiro ano juntos, deliciou os nossos ouvidos. 

 As refeições foram asseguradas pela GOMO (o sumo Berrylicious é top), a Hamburgueria do Bairro (ia fracturando o maxilar para dar uma dentada no hambúrguer mas se acontecesse, valia a pena. ah! e as batatas? yummy!) e a The Skinny Bagel (embora tenha achado o pão um tanto duro mas tendo em consideração que nunca o havia provado, o recheio do de salmão era muito bom).

 Tivemos direito a algumas ofertas, duas delas pela mão de duas marcas que adoro e que sempre se aliam a iniciativas deste tipo, O Boticário e a Lush, mas de outras mais se fez a festa, virei falar-vos delas depois, combinado?

foto por Catarina A. Sousa (Joan of July)

 O grupo:

 De entre as cerca de 30 pessoas presentes no Bloggers Camp, já contando com oradoras e organizadoras, os backgrounds e tipos de escrita/público-alvo foram muito diversificados, o que permitiu uma miscelânea muito original e uma aprendizagem a vários níveis. Ainda houveram algumas meninas que descobriram ter amigos e instituições em comum, o que nos faz perceber que o mundo é mesmo pequeno.

bloggers-camp-yey.jpg

 E então...

 Então, pelo preço que paguei para estar presente, eu dou o dinheiro por bem gasto. Conheci pessoas que de outro modo nunca se cruzariam no meu caminho, estive num local lindo (ao qual só voltaria de transporte móvel, chamei um táxi para sair de lá) mas a que voltaria sim, recebi carinho e absorvi muita coisa. Veres as coisas de outros pontos de vista e saberes filtrar o que te vai ser útil é um exercício muito bom para o cérebro. Já se pedem mais edições e quando isto for assim muito grande, tipo campo de blogging de duas semanas, eu vou dizer que estive lá, no primeiro, no pioneiro, o piloto. E que foi mesmo bom.

bloggers-camp-jardim4.jpg

bloggers-camp-jardim6.jpg

bloggers-camp-jardim7.jpg

 Bom fim de semana!

 

7 comentários

Comentar post