Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

It's Gone! #15 :)

 Olá!

 

 Eu gosto de terminar produtos, fica aquela sensação de dever cumprido. Não é que isso diminua o volume de artigos que ainda tenho pela frente, seguramente tenho produtos de banho e corpo para o resto do ano (ou mais) sem comprometer a qualidade ou quantidade do que uso, mas eu retiro prazer de abrir embalagens novas, experimentar. Acho que essa é uma faceta que já é minha, mas que foi magnificada por ter e ler blogs. Acredito piamente que uma pessoa normal que não ligue muito a stocks não precise nem queira ter em casa a quantidade de produtos que eu tenho, principalmente porque os compro quase todos. 

 

 Vá, vamos lá ver o que saiu cá de casa desta vez!

itsgone15.jpg

(+)Clicando aqui tens acesso a todos os meus posts de produtos terminados!

 

 O gel de banho da Skino, marca própria do Pingo Doce, foi um bom aliado no banho. Era cremoso quanto baste, lavava bem e tinha um odor, ainda que suave, agradável. Eu vou usando geles de banho de marca própria apesar de ter predilecção por outros de marca, apenas porque acredito que há muito de bom a encontrar em marcas próprias. Quando tens um orçamento curto mas queres usar produtos com alguma qualidade, ou usas destes ou aproveitas todas e quaisquer promoções nos outros. Eu não acredito que se deva comprometer o prazer de usar algo por causa do preço, hoje em dia consegues comprar bom e barato com grande facilidade, seja qual for a predilecção. Voltaria a usar.

 

 O mini gel de banho de Manga da The Body Shop foi um misto. Acontece-me muita vez com a marca: os geles de banho mudam de odor na minha pele, normalmente para um patamar em que não os acho tão agradáveis. Ainda não perdi a esperança mas as hipóteses não estão a meu favor. Talvez recomprasse para ir usando com pouca regularidade.

 

 O conjunto de champô e condicionador de Orquídea da Stratti* foi algo de que gostei, o cabelo ficava lavado, cheiroso e suave. O meu cabelo é meio ondulado meio encaracolado e senti que o tinha um pouco mais definido. Gostava de testar mais produtos/linhas da marca. Sei que se vende nas lojas Carlos Santos mas não é loja que tenha aqui perto para ir sentir odores.

 

 O esfoliante corporal da Arando e Açaí da Douglas é como os anteriormente testados: gelatinoso, com poucas partículas e nada agressivo. Não é o tipo de esfoliante que eu prefira e, não obstante tenha gostado do cheiro, não equacionaria recomprar, mesmo que o voltasse a encontrar, dado que acho já não existir na linha da marca.

 

 Maioritariamente este foi um adeus positivo, o que é sempre um bónus.

 Aproveitem o sol!

 

prsample.jpg

Clique na imagem e leia os FAQ's!