Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

Liberdade de...

 No dia em que se comemora o acto de libertação de um sistema sufocante, vale lembrar algumas coisas.

 

 E a primeira delas é que nos encontramos, em pleno ano de 2014, onde já devíamos fazer viagens interplanetárias como quem vai ali à margem sul, num estado sufocante, sem esperança, cabisbaixos, zangados. Até aí eu entendo, não chegámos a este buraco sozinhos, era suposto que o poder eleito tivesse meia dúzia de miolos, algum senso e um processo crime pelos estragos feitos. No entanto, acho que muitas vezes, demasiadas vezes, a aclamada liberdade é usada em vão, o seu nome mudo é utilizado como arremesso para as mais desastrosas acções, para os mais vis actos.

 

 Ter liberdade não é ser-se senhor da verdade e arredores. Não é maltratar funcionários e tratá-los como serviçais, quando estes lhes negam algo a que não podem atender, algo que não está no direito do outro exigir, enquanto grita, arrogante e inchado porque sabe que o outro não pode responder, pois não quer ser despedido. Não é ocupar o espaço da pessoa em sua frente, não respeitando qualquer decoro ou privacidade. Ter liberdade não é isentar-se de toda e qualquer responsabilidade e quando confrontado com os seus erros, liberdade não é sentir-se ofendido porque o facto de ter errado não passou impune. Liberdade não é torturar e perseguir outrem porque não se gosta dele, enquanto se fala mal dele a todos que queiram ouvir, mesmo sem conhecimento, principalmente por não se saber em concreto de nada, ofendendo e injuriando. Liberdade não é roubar quem anda a trabalhar. Liberdade não é usar de todas as artimanhas para subir na vida ou carreira.

 

 A liberdade faz com que estejamos aqui, neste mundo virtual, a falar de nós a quem não nos conhece, numa liberdade apoiada em algum anonimato, permitindo aliviar os pensamentos. A liberdade permite que não estejamos reféns das vontades alheias e possamos escolher o nosso clube, a nossa religião, quem amamos.

 

 No entanto, a liberdade não é de graça nem deve ser tomada como garantida. Ela necessita de respeito pelos demais para ser vivida em pleno. A partir do momento em que és um filho duma mosca varejeira que olha de cima para os outros, por mim ficavas sem liberdade alguma até a humildade e alguma dignidade te assaltarem o ser. Mas isso sou eu.

 

 Bom feriado para quem o tem, eu tenho de ir ali umas horas aturar gente malcriada.