Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

Red Fever:)

 Olá!

 

 Há alguns dias publiquei uma imagem no Instagram cheia de vermelho, nomeadamente, batons vermelhos. A verdade é que é um tom que encerra em si um misto de proibido e de atrevimento, de coragem e de sedução. Não obstante o tom, mais claro, mais escuro, mais aberto, mais fechado, mais azulado, mais arroxeado, um batom vermelho é sempre alvo de olhares e de sentires. Há quem odeie e quem ame. Aqui, amamos.

 

 Sou dona de vários batons vermelhos mas não vos vou mostrar todos agora ou não saímos daqui! É, sem sombra de dúvida, um vício e um prazer.

 

 

 

 Eles podem parecer todos iguais, principalmente se forem homens, mas nós sabemos que não é tão linear assim. Não apenas os tons e subtons fazem a diferença, como o acabamento também dita distinções e decisões na hora de usar.

 

 

 

 Catrice LE Glamazona 03 I'm a Survivor: Este é o que aparece em caneta/lápis na primeira foto e tem um cheiro abaunilhado muito agradável que não passa despercebido. Tem uma pigmentação muito agradável, aplica-se de forma fácil e tem uma textura cremosa. A duração é boa mas contem com retoques.

 Avon Perfect Kiss Red Embrace: Este quase toda a gente tem, foi o tom que a Avon mandou a todos os participantes de um passatempo o ano passado. Adoro a embalagem dele, toda espelhada. A duração não é grande mas tem um tom bonito, não muito intenso e cremoso. Sinceramente pensei que fosse menos pigmentado ou com mais textura de brilho que de cor mas ainda bem que me enganei.

 O Boticário LE Black Crystal Collection Light Rouge*: Desliza menos facilmente que os anteriores e não tem um acabamento tão brilhante. Tem o cheiro caracteristico dos batons da linha e uma duração boa. A pigmentação da linha de batons perfeitos é sempre boa à primeira passagem e este não lhe fica atrás.

 Wet n Wild MegaLast Red Velvet: Tanto se tem falado desta linha da Wet n Wild e eu ainda não tinha mostrado por aqui este batom que mora cá já há algum tempo. Quase mate, desliza com alguma dificuldade nos lábios mas mantém-se lá a maior parte do dia. Não lhe sinto cheiro algum. Não é batom que vos favoreça se tiverem os lábios maltratados e com peles soltas porque as marca.

 Catrice LE Feathers & Pearls 03 Josephine's Joy: Este vermelho escuro em todas as fotos de publicidade, tem muito mais rosa do que aparenta e foi por isso que o comprei depois de ver swatches na web. Acho-o muito bonito mesmo e tem uma duração boa, melhor que o outro da mesma marca lá mais acima. Não tem quase brilho nenhum e um cheiro muito suave.

 Revlon Lip Butter Candy Apple: O único que tem post próprio no blog, AQUI e era um desejo antigo. Tem uma pigmentação menor porque a cor não é o objectivo primordial do produto, é algo entre um gloss e um batom.

 Maybelline Lust Papaya: Este é um dos meus vermelhos mais antigos e amados, nem sequer sei se ainda se vende esta cor. É claro sem ser efusivo demais e cremoso. Não dura assim muito nos lábios e é mais brilhante do que eu tendo a gostar hoje em dia mas tem valor sentimental.

 

 E é isto por agora em relação a batons vermelhos. Acho-os um boost de confiança e um artigo que todas as mulheres devem ter no seu stash, dentro do tom com que se sintam confortáveis. Usam esta cor diariamente ou guardam-na para ocasiões especiais?

 

 Beijoo :)

 

3 comentários

Comentar post