Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

#TBT: A Walk in Memory Lane :)

 Quando não tens muito dinheiro mas tens bocas várias para alimentar, tens de fazer uso de várias linhas de frente para levar a coisa a bom termo. Um dessas linhas é a criatividade.

sal.jpg

 Foi por aí que surgiram (entre outros) na casa da minha mãe, quando eu e os meus irmãos éramos pequenos, as salsichas panadas. Uma lata de salsichas sempre saiu mais em conta que meio quilo de carne e ao cortá-las ao meio, juntar-lhes ovo batido e pão ralado, estava-se a acrescentar volume e sabor às mesmas. Ainda para mais, nunca fui de gostar de comer salsichas directamente da lata, para mim têm sempre de ser minimamente cozinhadas, manias.

 

 Ainda hoje em dia se vão comendo salsichas panadas, na casa da minha mãe e também na minha. Os tempos mudaram e a necessidade de ter de recorrer a invenções deste tipo é menor que a vontade de as relembrar no prato. O meu filho pediu-me salsichas panadas com puré e arroz, outro truque que era feito para que, com um pouco de cada ingrediente, ficássemos de barriga cheia e papilas gustativas satisfeitas.

 

sal1.jpg

 Parto-as ao meio, passo-as por ovo e depois por pão ralado com orégãos. Fritam muito rapidamente e depois é só temperar com sumo de limão. Ficámos ambos felizes. Aquela coisa do grosso da felicidade vir de onde o dinheiro menos conta era a sério.

2 comentários

Comentar post