Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardins Suspensos

Jardins Suspensos

It's Gone! #18

Olá!

 

Como diz a Lili, hoje é dia de lixo. Cosmético sim, mas lixo. Ok, cada embalagem vazia conta uma história e tem memórias atachadas, algumas boas e que queremos repetir até mais não, outras nem tanto e que desejamos esquecer rapidamente. Veremos como corre hoje!

 

Vamos a isso?

its-gone18-jardins-suspensos.jpg

O óleo capilar Orofluido é, de entre os que já testei, aquele que eu gosto mais. Gosto que seja espesso, cheire bem e gosto da forma como deixava o meu cabelo. O frasco de vidro e sem doseador pode ser um factor que impede as pessoas de o escolherem mas eu dei-me ok com isso, é preciso ter alguns cuidados mas trabalha-se bem. Durou-me montes e montes de tempo e confesso, que vocês sabem que eu farto-me das coisas mesmo que goste delas, usei outros alternados. Mas este ainda é o meu xodó.

 

Sim, eu sei, os meus óleos deram para acabar todos ao mesmo tempo. Acabou também o Óleo Extraordinário da Elvive. Numa onda mais liquida que o anterior, este é um óleo de que gostei também, bem mais do que o da Nativa SPA de há dois posts de terminados atrás. Este ainda em vidro mas com doseador, tornou-se apenas mais difícil para o final já que o pump não o conseguia transportar e virando ao contrário, os ombros largos não foram colaborativos. Ainda assim, eu gosto.

 

(+)Clica aqui e poderás ler todos os meus posts de produtos terminados!

 

A manteiga Glazed Apple da The Body Shop tornou-se num item adorado e fico extremamente contente que tenha voltado este ano. Sem ser demasiado espessa, espalhando bem e absorvendo moderadamente (afinal não deixa de ser uma manteiga), deixa a pele suave e cheirosa. Para quem já usou, é na onda da de morango, para todos os tipos de pele e portanto menos pesada que as indicadas para pele seca.

 

A loção Bem-Vinda Primavera d' O Boticário* não é floral como o design poderia sugerir mas sim muito doce e espalha-se bem, deixa a pele macia e bonita, sem carecer de perfume, dado que o odor dura várias horas. Absorve de forma relativamente rápida e não pesa na pele. Não consigo dizer mais nada, queria que existisse para sempre, até porque lembra imenso o odor da loção do perfume Thaty Midnight mas sem os brilhos roxos. Edições limitadas, um amor/ódio eterno.

 

Finalmente, o champô Azeitona Mítica da Garnier. Com um odor ali no mais ou menos, nem amo nem odeio, faz espuma quanto baste e deixa o cabelo limpo e bonito mas nada fora de série. Com tanta publicidade aos benefícios dos ingredientes, estava à espera que fosse um pouco melhor. Ainda tenho ali mais uma ou outra embalagem para usar e vou tentar com a linha toda junta, pode ser que a impressão melhore.

 

Então assim de repente, dos cinco produtos, apenas um não me encheu as medidas, os outros quatro são opções para voltar a usar. Até porque eu tenho backups de cada um deles, mesmo do champô. Eu sei, eu sei, completamente louca. Mas feliz.

 

Beijoo :)

 

prsample2015.jpg

 

 

Follow my blog with Bloglovin

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.